ATENDIMENTO E DÚVIDAS - ON-LINE

LiveZilla Live Help

Divisão de apostilas

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Protesto contra Cabral acaba em confronto, saques e depredação de prédio da Rede Globo E MUITO MAIS

quarta-feira, 17 de julho de 2013 - by LINHA DIRETA 0

Do R7, com Agência Brasil
Polícia utilizou bombas de efeito moral para dispersar os manifestantesEstadão Conteúdo
Terminou em confronto e quebra-quebra, no final da noite desta quarta-feira (17), mais uma manifestação na Avenida Delfim Moreira com Rua Aristides Espínola, perto do apartamento do governador Sérgio Cabral, no Leblon, zona sul da cidade. Os manifestantes se concentraram na Rua General San Martin, onde houve confronto com o Batalhão de Choque da Polícia Militar (PM).
Vidros da emissora ficaram estilhaçadosReprodução/Twitter
A confusão começou por volta das 23h, quando um grupo de jovens mascarados começou a depredar lojas e portas de agências bancárias na Rua Ataulfo de Paiva.
Uma agência do Bradesco teve os vidros estilhaçados, uma casa de vinhos foi saqueada e os tradicionais bares do bairro tiveram de fechar rapidamente, por causa das depredações.
A Rua Ataulfo de Paiva teve vários telefones públicos quebrados. Os baderneiros retiraram caixas coletoras de lixo e cones de sinalização e atearam fogo. Os carros estacionados também foram pichados e tiveram os vidros quebrados.
Os vândalos fizeram barricadas para dificultar a ação da polícia. A Avenida Delfim Moreira, onde começou o protesto, já está liberada nos dois sentidos.
O prédio administrativo da Rede Globo, que fica na rua Bartolomeu Mitre, no Leblon, foi alvo de vândalos. Uma foto divulgada no Twitter mostra os estragos na entrada do prédio.
Os manifestantes seguiram para a região de Ipanema, onde lojas foram saqueadas por vândalos. A polícia utilizou balas de borracha para tentar conter os arruaceiros.

Mensagem de Boas Vindas:

Obrigado por visitar nosso site, curtindo nossa Fan-Page o Sr.(a) receberá nossas principais notícias em seu facebook

0 comentários:

Text Widget

Matenha este jornal no "AR", faça uma doação, o valor pode ser o quanto quiser, será com satisfação que investiremos o seu dinheiro em defesa de nosso país, seja com notícias ou críticas, mas nós ajudaremos o nosso país.




Doe o quanto quiser, pode ser até um real, faça o que seu coração mandar.