ATENDIMENTO E DÚVIDAS - ON-LINE

LiveZilla Live Help

Divisão de apostilas

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Presidente Dilma é vaiada, porém depois é aplaudida por todos

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012 - by LINHA DIRETA 0


BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff participou na manhã desta terça-feira da 3ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência e foi vaiada ao chamar pessoas de "portadoras" de deficiência. Depois, se corrigiu e foi aplaudida pelo público presente.

Veja também:

"Desculpa, pessoas com deficiência. Entendo vocês porque portador não é muito humano, não é? Pessoa é", disse Dilma, sendo aplaudida
Em seu discurso, a presidente destacou o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Viver sem Limites, lançado no ano passado, que prevê R$ 7,6 bilhões para saúde, educação, acessibilidade e capacitação do trabalho.

"Viver sem limites é o objetivo maior do ser humano, e não poderia ser diferente no caso das pessoas com deficiência", disse a presidente, lembrando a importância da adaptação de escolas e do transporte escolar para favorecer a inclusão no ensino regular.

"Somos a favor da educação inclusiva, para valer, e também das instituições especiais. Uma coisa não exclui a outra", afirmou.
A presidente destacou também que serão entregues 741 ônibus para o transporte escolar adaptado até março de 2013, e as reforma das escolas para pessoas com deficiência tiveram início, com 20 mil escolas com recursos para obras e outras 13 mil com verbas para salas com capacidades multifuncionais.
Dilma também disse que as ações do programa Minha Casa Minha Vida fornecem moradias acessíveis a pessoas com deficiência. Segundo o governo, a previsão é de 170 mil moradias adaptáveis para quem tem renda de até R$ 1,6 mil.

Mensagem de Boas Vindas:

Obrigado por visitar nosso site, curtindo nossa Fan-Page o Sr.(a) receberá nossas principais notícias em seu facebook

0 comentários:

Text Widget

Matenha este jornal no "AR", faça uma doação, o valor pode ser o quanto quiser, será com satisfação que investiremos o seu dinheiro em defesa de nosso país, seja com notícias ou críticas, mas nós ajudaremos o nosso país.




Doe o quanto quiser, pode ser até um real, faça o que seu coração mandar.